Você está aqui: Página Inicial > Notícias da UFAC > 2018 > Ufac realiza workshop sobre micro-organismos
conteúdo

Notícias

Ufac realiza workshop sobre micro-organismos

publicado: 07/06/2018 15h04, última modificação: 07/06/2018 15h04

O Laboratório de Microbiologia, da Universidade Federal do Acre (Ufac), realiza o workshop “Diversidade e Aplicação Biotecnológica de Micro-organismos”, nesta quinta-feira, 7, e sexta-feira, 8, no auditório do bloco dos Mestrados, no campus-sede.

Interessados podem fazer o credenciamento a partir das 8h. O evento conta com palestras, pela manhã, e minicursos, à tarde. As inscrições e a programação podem ser encontradas no site do evento.

Além de divulgar as pesquisas desenvolvidas pelo laboratório, o workshop tem como objetivo dar cursos de atualização e treinamento aos profissionais da área de microbiologia, com ênfase no bioma amazônico. 

Há três minicursos ofertados: PCR Convencional: Extração e Análise de DNA, que é um método de amplificação do gene; Bascidiomicetos: Da Coleta à Identificação, no qual são analisadas as técnicas utilizadas na extração e na preparação de cogumelos para análise; e Métodos de Diagnóstico Micológico, que visa oferecer conhecimento das técnicas de isolamento, caracterização e diagnóstico de doenças provocadas por fungos.

Já as palestras abordam desde assuntos como a tuberculose pulmonar, a identificação do vírus da zika, dengue e chikungunya, até o controle biológico de fungos e outros micro-organismos.

Segundo a coordenadora do laboratório e do workshop, professora Clarice Maia, a expectativa para o evento é despertar o interesse dos alunos para a área de microbiologia. “Essas áreas não estão voltadas somente para a medicina, mas principalmente para a tecnologia”, contou. “Além disso, é uma forma das pessoas conhecerem nossos trabalhos.”

O laboratório iniciou suas atividades há quatro anos. Seis projetos já foram aprovados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Acre, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Fundação Nacional de Saúde. Eles foram desenvolvidos pelos alunos de graduação e pós-graduação da Ufac. 

Para Clarice, o quadro da microbiologia no Acre ainda é escasso. “Temos uma grande necessidade de divulgação e treinamento de pessoas para essa área, tanto para diagnósticos quanto para aplicação tecnológica”, disse. “Precisamos produzir processos que possam agregar valor à biodiversidade amazônica.” 

Os pesquisadores do laboratório da Ufac vêm desenvolvendo pesquisas voltadas para a saúde pública. Um dos trabalhos visa mapear Rio Branco para identificar as áreas onde o vírus da dengue, zika e chikungunya está mais concentrado, e pode ser utilizado para o desenvolvimento de estratégias para a eliminação desses arbovírus.

Doutores do laboratório

Além da divulgação dos trabalhos, o evento foi palco da defesa da tese de doutorado do cirurgião-dentista Rodrigo Asfury, sob a orientação do doutor Renildo da Cunha. A pesquisa foi desenvolvida em cinco anos.

 

A tese chama-se “Avaliação da Diversidade e Atividade Antibacteriana de ‘Uncaria tomentosa’ e ‘Uncaria guianensis’ para Finalidade Endodôntica”; foi baseada na pesquisa e exploração dessas plantas, popularmente conhecidas como espécies de unha-de-gato, para a formulação de novos medicamentos através de micro-organismos que habitam o interior dessas ervas.

Por causa do trabalho, Asfury voltou sua pesquisa para a área odontológica. “Temos um micro-organismo muito resistente, o ‘Enterococcus faecalis’, que está associado aos casos mais complicados de canais dentários. Então testamos os fungos que vivem nessas plantas contra a bactéria.”

(Caroline Lamar, estagiária Ascom/Ufac; acadêmica do 8º período de Comunicação Social/Jornalismo)