Reitoria

Ufac busca apoio do governo no caso do bloqueio de verbas

publicado: 19/07/2019 17h51, última modificação: 25/07/2019 16h35
Ufac busca apoio do governo no caso do bloqueio de verbas.jpg

O apoio do governo do Estado do Acre junto à bancada federal para pedir o desbloqueio de verbas contingenciadas pelo Ministério da Educação foi o tema da reunião entre a reitora da Ufac, Guida Aquino, o pró-reitor de Planejamento, Alexandre Hid, e o governador Gladson Cameli. O encontro ocorreu no Palácio Rio Branco na tarde desta sexta-feira, 19. 

O contingenciamento de recursos das universidades, anunciado no final de abril, além de prejudicar ações da Ufac, pode inviabilizar o início do segundo semestre letivo de 2019. “Estamos buscando apoio e novas saídas para evitar que a universidade tenha que parar e nossos alunos sejam prejudicados”, disse a reitora.

Na reunião também foi debatido o impacto que a paralisação das atividades da universidade pode causar na economia do Acre, já que a Ufac é o terceiro maior orçamento do Estado. “A universidade federal tem papel fundamental no crescimento do Estado”, afirmou Cameli. 

Ele garantiu apoio à Ufac na mediação com a bancada federal e em ações desenvolvidas no interior do Estado. “A Ufac faz parte da nossa história e o governo tem como ajudar direta e indiretamente, pedindo aos parlamentares apoio em Brasília para que não haja nenhum contingenciamento de recursos.” 

Cameli também ressaltou que a estrutura do governo e suas secretarias podem dar apoio ao trabalho prestado pela Ufac e ampliá-lo. “Com isso temos a possibilidade de novos cursos no interior; quem ganha é o povo.”

Ufac busca apoio do governo no caso do bloqueio de verbas