Notícias

Ufac promove abertura do 1º Seminário de Educação do Campo

publicado: 15/07/2019 17h23, última modificação: 16/07/2019 11h58
Campo.jpg

A abertura do 1º Seminário de Educação do Campo: Trabalho e Educação — A Formação de Professores para Educação do Campo foi realizada na manhã desta segunda-feira, 15, no anfiteatro Garibaldi Brasil, campus-sede da Ufac. O evento é organizado pelo Centro de Educação, Letras e Artes da Ufac, em parceria com o Instituto de Ciência e Educação da Universidade do Pará (UFPA). O objetivo do seminário, que se estende até esta terça-feira, 16, é refletir sobre formação e desenvolvimento profissional dos educadores que trabalham no campo.

A programação conta com palestras, rodas de conversa, mesas-redondas e oficinas. A reitora da Ufac, Guida Aquino, abordou a importância de discutir a educação no campo, principalmente com o anúncio de mudança na gestão das universidades. “Precisamos mostrar a importância de mantermos a educação para os trabalhadores do campo e que o ensino superior só chega nas regiões mais isoladas do Acre por meio da Ufac, nossa única universidade pública no Estado.”

A pró-reitora de Graduação, Ednaceli Damasceno, ressaltou que a Ufac trabalha há 40 anos com projetos de interiorização. “Esse é o primeiro passo para outros projetos pelos quais possamos discutir não somente a educação no campo, mas também a formação de professores do campo e de interiorização.”

O seminário também debate o fortalecimento da diversidade cultural da Amazônia e as peculiaridades do ensino no campo a partir de um modelo educacional adequado à região. “Assim fortalecemos nossa diversidade, que é característica da Amazônia, diversidade em todos os seus aspectos", disse o professor da UFPA, Salomão Hage.

De acordo com o diretor de Ensino Escolar no Campo, da Secretaria de Estado de Educação, Carlos Mota, a comunidade do campo deve ter liberdade para escolher um modelo de ensino que se adeque às suas necessidades. “As comunidades precisam utilizar recursos próprios da região", destacou. "Daí terão a liberdade de escolher o que é melhor para elas.”

Também compuseram a tribuna de honra a representante da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, Ana Luce Galvão, e a presidente do Conselho Estadual de Educação do Acre, Iris Célia Cabanellas.

Reitora Guida Aquino