Notícias

Uso de agrotóxicos é tema de debate no campus Floresta

publicado: 09/09/2019 15h44, última modificação: 09/09/2019 15h44
090920198.jpg

Mesa-redonda sobre agrotóxicos ocorreu durante programação da 4ª Semana Acadêmica de Biologia, realizada no campus Floresta da Ufac de 3 a 5 de setembro, sob organização do Centro Acadêmico do curso e da coordenação de Ciências Biológicas (bacharelado).  

O coordenador do curso de Engenharia Agronômica em Cruzeiro do Sul, professor Kleber Andolfato, que possui doutorado em Agroecologia, considerou que o uso de agrotóxicos evidencia um sistema de produção não compatível com a sustentabilidade, pois provoca contaminações do ambiente e está relacionado a grande número de intoxicações de trabalhadores rurais e consumidores. Ele defendeu que há necessidade de mais pesquisas e apoio a um sistema de menos impacto, caso da agroecologia.

Professora de Bioquímica e Biofísica do campus Floresta, Josileide Farias, com doutorado em Biologia Experimental, ressaltou a ação dos agrotóxicos na saúde humana, com o desenvolvimento de diversas patologias. Ela abordou consequências da intoxicação direta ou indireta e sua influência no bem-estar de indivíduos envolvidos no uso ou consumo de produtos com algum grau de toxidade

O professor André Melhorança, doutor em Agronomia, destacou a importância do controle de pragas por meio do uso controlado de defensivos agrícolas. Para ele, o uso de agrotóxicos atualmente passa por vários crivos que permitem uma utilização mais racional e menos prejudicial ao meio ambiente. Inclusive, falou da existência de tecnologias cada vez mais aprimoradas e que a tendência é haver mais restrições e técnicas específicas para aplicação de agrotóxicos.