Notícias

Propostas da Ufac para fortalecer PPGs obtêm aprovação da Capes

publicado: 04/09/2020 16h32, última modificação: 04/09/2020 16h33
040920201.jpeg

A Ufac obteve aprovação preliminar de três propostas apresentadas ao programa Amazônia Legal, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), o qual visa subsidiar pós-graduações na região Norte. O resultado foi divulgado no Diário Oficial da União nessa quarta-feira, 2.

Ainda neste mês será divulgado o resultado final; a implementação começa em outubro. Cada projeto receberá o investimento total de até R$ 627 mil, dos quais R$ 200 mil serão para recursos de custeio. Com as três propostas aprovadas, a Ufac obterá financiamento de quase R$ 2 milhões.

A reitora Guida Aquino e a pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, Margarida Carvalho, coordenaram a exposição das propostas à Capes, visando ao incentivo a programas de pós-graduação (PPGs) da instituição.

Guida destacou a importância da aprovação para o Acre e toda a região Norte. “Esse programa irá fortalecer pesquisa e pós-graduação em nosso Estado e nossa região, contribuindo para a fixação de doutores e reduzindo assimetrias da nossa educação em relação a outros Estados, pois sabemos que no Norte há menos oportunidades que nas regiões Sul e Sudeste.”

A assinatura do protocolo de intenções de apoio ao programa Amazônia Legal ocorreu em 10 de fevereiro. As três propostas locais contemplaram áreas prioritárias para seleção: biodiversidade, conservação e recuperação ambiental; saúde pública, doenças tropicais e tecnologias para o trabalho em saúde; produção animal e vegetal sustentável.

A proposta “Fortalecendo a Pós-Graduação na Amazônia Sul-Ocidental Brasileira: Uma Abordagem de Integração de Programas da Área Ambiental e Tecnológica” relaciona-se aos PPGs em Ecologia e Manejo de Recursos Naturais, Ciência Florestal (Ciflor), Ciência, Inovação e Tecnologia para Amazônia (Cita).

A proposta “Consolidação e Integração de Programas de Pós-Graduação, de Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde na Amazônia Legal” relaciona-se aos PPGs em Saúde Coletiva, Ciência da Saúde na Amazônia Ocidental e Ciência da Computação.

A proposta “Fortalecimento e Consolidação de Áreas Estratégicas para o Desenvolvimento e Sustentabilidade da Produção Familiar e do Agronegócio na Estado do Acre” relaciona-se aos PPGs em Agronomia: Produção Vegetal, Sanidade e Produção Animal Sustentável na Amazônia e Ciflor.